sábado, 25 de junho de 2016

Massa Crítica de junho de 2016









             Acho que foi uma das melhores Massas Críticas em que já estive presente... foi de uma paz especial, de uma serenidade, com pessoas felizes e exercício do ativismo da bicicleta. Creio, que muitas vezes esqueçamos pelo que estamos pedalando... pedalamos por uma existência! De forma segura e com ideais que extrapolam o indivíduo próprio, nos unimos em favor de um grupo que resulta em benefícios para quem esta ao lado! Acho que muitas pessoas vão lembrar dos gritos de bicicleta para a Massa... daquela pequena menina que passeava no top tube da bike do pai. Eu acho que aquela vozinha fina saia com força... e a autora não imaginava como todos ali se apaixonaram por sua existência no grupo. Coisas bem simples nos motivam... eu queria poder explicar isto para quem fica em casa, mas eu não consigo. E não é pq não sou capaz... ninguém é capaz de traduzir isto. Foi muito legal... e eu fico com pena de quem não foi, pq perdeu algo que não têm custo e só acrescenta benefícios nas nossas vidas. "A vida é de graça..." tem até rock disto cara! (Vera Loca)
Aproveito o post para fazer uma observação sobre as pessoas... você quer saber quão sadio é um movimento? Você quer entender o que há de bom em pedalar por uma causa? O que você não entende? Muitas destas respostas eu não posso dar... mas se vc olhar para os rostos, para os perfis, para as conversas entre as pessoas, vc vai perceber um tipo de aquecimento entre os ativistas. Você vai entender que tudo faz sentido... que mais bonito ou bonita é quem sorri, que mais feliz é aquele que deixa o quentinho de dentro de casa para se aquecer nas ruas frias. O calor das ruas é o sorriso das pessoas... todo dia eu aprendo coisas simples com o maior valor do mundo. A riqueza são as pessoas... fomos ricos nesta sexta feira, em Porto Alegre.