quinta-feira, 23 de junho de 2016

Ativista da bicicleta sofre perseguição virtual... suspeito? Prefeitura de Porto Alegre!

Na direita, Pablo exibe protocolo realizado na Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), na direita, placa de sinalização de corredor de ônibus fechado para uso da bicicleta. Imagens originais da postagem apagada no Facebook.
Aquivo pessoal de Pablo Weiss, material cedido. 
        Um ciclista ligado as causas da bicicleta e várias iniciativas junto da Prefeitura de Porto Alegre e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e, algumas postagens apagadas. Este é o cenário que traz curiosidade à comunidade ciclística depois que Pablo Weiss começou a sofrer perseguições dentro da rede social Facebook. O ativista e advogado formalizou pedidos junto da EPTC com o objetivo de estender o benefício dos corredores de ônibus disponíveis à comunidade de Porto Alegre, na proposta, seguiria a inclusão de outras vias serem utilizadas como espaço de entretenimento aos domingos. O pedido segue encaminhado e aguardando resposta, mas Pablo teve três postagens com mais de 150 compartilhamentos, cada uma, simplesmente apagadas, sem aviso de motivo. Em ambos os casos, se tratava de mostrar que ele estava solicitando tais melhorias para a cidade. Se acredita que a tal denúncia descabida tenha sido realizada para enfraquecer as iniciativas do ciclista que ganhou grande visibilidade nos últimos anos. A suspeita é que tais ações partiram da prefeitura de Porto Alegre e funcionários. As postagens foram deletadas nos dias 08, 22 e 23 de junho, sendo a primeira delas uma crítica sobre uma ciclovia com 880 metros na orla do Guaíba (isto mesmo 880m) e a segunda postagem diz respeito a mobilização para inclusão de outros corredores de ônibus como zona de entretenimento aos domingos. O ciclista diz: "tentei contato em duas oportunidades com a moderação do Facebook, mas não recebi qualquer resposta! Já olhei até na caixa de spam, mas nada! Não me deram qualquer explicação... e vou continuar fazendo! Podem apagar, continuarei publicando e lutando pelos direitos da bicicleta!"

O advogado divulgou uma nota juntamente com a republicação do material deletado pela rede social:

"CHEGA DE CENSURA, SR. FACEBOOK! 
CHEGA DE CENSURA! 
MAIS UMA VEZ TIVE UMA POSTAGEM APAGADA! 
E o que é pior, sem o recebimento de qualquer notificação ou aviso. 
Só digo uma coisa, não nos calarão! 
Com mais de 150 compartilhamentos e quase 300 curtidas, a postagem sobre o protocolo feito na EPTC, solicitando o fechamento dos corredores de ônibus aos domingos e feriados, foi apagada SEM QUALQUER EXPLICAÇÃO! 
Temos, NO MÍNIMO, o direito de saber o motivo da remoção de tal publicação! 
Claramente, alguém está tentando nos calar e impedir as tentativas de tornarmos esta cidade um lugar melhor. 
Já é a segunda vez que isto acontece e sempre com postagens envolvendo a prefeitura ou suas secretarias. 
Então aqui vai novamente! Se possível, compartilhem para evitarmos este absurdo!"


Abaixo, o texto original republicado, copiado com autorização:

"PROTOCOLADO O PEDIDO DE FECHAMENTO DE TODOS OS CORREDORES DE ÔNIBUS AOS DOMINGOS E FERIADOS. 
A previsão está lá, mas a implementação de ciclovias ocorre de forma mais do que lenta na cidade de Porto Alegre. Fora isso, pouco são os corredores de ônibus destinados à circulação de bicicletas e ao lazer nos domingos e feriados. Por que só na região central? Por que não na zona norte e demais regiões periféricas? 
Com o fechamento destes espaços, temos a oportunidade de criar grandes eixos e uma rede significativa que permitiria o deslocamento de bicicletas e outros não motorizados entre as mais diversas regiões, atendendo aqueles que ainda não se arriscam no nosso trânsito, sem falar da criação de novas áreas de lazer e convívio social, beneficiando quem caminha, corre, patina, anda de skate, pedala e etc. 
Tal medida também serviria como um estímulo inicial para que mais pessoas descobrissem que a bicicleta é um meio de transporte prático, rápido e extremamente viável. 
Com tal implementação, seria possível, por exemplo, vir de Alvorada ou de Viamão até a região do Gasômetro por vias protegidas para quem utiliza não motorizados.
Então, no dia 17 de julho faremos uma atividade envolvendo ciclistas, patinadores, skatistas, corredores de rua e quem mais quiser, percorrendo os principais corredores de ônibus que não são fechados aos domingos e feriados. Vamos reivindicar a criação de mais estes espaços de convivência! Maiores informações no link abaixo: 
https://www.facebook.com/events/1702660999995297/"