segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

ExpoBici 2015








Fotos: Roberto Furtado / ExpoBici 2015.
       Vamos lá... muitos foram os trabalhos neste final de ano. Realmente fiz muito, talvez pareça alcançar o mundo com um abraço, mas posso garantir que tento fazer o melhor possível com o tempo que tenho. Estamos, eu e outros colegas, trabalhando em grandes produções fotográficas, publicidade... e tanto que praticamente não faço nada de fotojornalismo para as agências. Esta realmente muito corrido... estou trabalhando 7 dias por semana no último mês. Se falam em crise... bom, ela existe, não tenho dúvidas, mas por enquanto não chegou até nós... e se chegar, bom, pelo menos fizemos o possível para que ela fosse minimizada... trabalhar! Por agradável surpresa, hoje mesmo, recebi da Aliança Bike uma cartinha de agradecimentos pelos serviços fotográficos prestados mais uma vez. Acho que estou fazendo certo... pensando certo, ao menos, fotograficamente falando.
Voltando ao assunto deste tópico... A ExpoBici é um sucesso em sua continuidade. Aqui tivemos frame builders, fabricantes, comerciantes e distribuidores. Representantes de alguma marca que abastece o mercado... eu, mais uma vez, garanti a ilustração de mais uma feira. Devo estar na contagem de umas 10 feiras ou mais, todas da bicicleta. E a cada uma que faço percebo que o mercado se expande... isto é muito positivo, especialmente em tempos de crise. E quem acredita, investe, evidente que decola diferente. Aliás, outro dia perguntei a um velho cliente que me chamou justamente agora... "Pq investir agora? Justamente quando tudo aponta para uma crise comercial!" 
Meu cliente, me olhou no olho e disse: "Agora que todo mundo sentou, vou levantar, então vai ser mais fácil de ser visto! Crise existe, sim! Veio pra ficar? Não! Ela veio para peneirar! Então... mão na massa, vamos fazer uns bolinhos desta farinha e, botar pra girar o dindin..."
Cada um vê e possui suas razões para acreditar e inventar, apostas são intuição, crenças e conhecimento. Se a crise esta aí, decido trabalhar, mudar, curtir o trabalho. Bikes são veículos de primeira necessidade com a crise da gasolina... não faz sentido? A ExpoBici parece fazer mais sentido agora do que ano passado... se crise para automóveis é medo, bicicleta é alegria! Roda pra frente...