quarta-feira, 20 de maio de 2015

No espírito das cargueiras...

          Estamos estudando fortemente as cargueiras... muito embora, muitos sites e blogs brasileiros sejam indiferentes a este tema, existe uma importância grande sobre este assunto. Recentemente, nas últimas feiras, se percebe um empenho forte da indústria para este mercado. Em Las Vegas, no ano de 2014, havia dezenas de modelos do tipo cargo... com opções de carregar na frente ou na traseira da bicicleta. O modelo mais almejado por cicloturistas, por exemplo, é o tradicional longtail. A Surly possui um modelo assim... e a Xtracycle vende um kit que transforma bicicletas tradicionais em longtail. Ainda se via muitos modelos com baús, caixotes, dispostos atrás ou na frente do condutor da bicicleta. Ainda, sem esquecer as opções de reboques, releva-se o conceito que tornou-se muito popular para transportar crianças, também utilizados por proprietários de cães ou carga. Do supermercado a aventura extrema... cada proposta reafirma a bicicleta como opção viável e funcional do cotidiano. Comprar um modelo de carga não é, muitas vezes, viável economicamente. Estes modelos são mais caros, muito embora e mesmo que, não possuam grande tecnologia em materiais, mas não podemos esquecer que são também modelos com menor fluxo de vendas... pelo menos, ainda! O espírito das cargueiras está se apresentando com frequência em vários cantos do Brasil. No Rio de Janeiro, há dezenas de bicicletas carregando garrafões dágua, outras finalidades talvez. É um movimento continuo, modesto, mas firme e aparente nas vias da cidade. Aqui em Porto Alegre, o modelo mais comum é aquele tradicional, que circula pelas ruas do centro. Os garrafões são dispostos na frente ou na traseira da bicicleta. É uma pena apenas, que estas bicicletas estão sendo produzidas com baixíssima qualidade, embora seu use se pague com tranquilidade. Nos USA é grande a gama e utilidade, tal como desta bike triciclo cujos pneus são de fat bike, própria para quem pedala no barro, areia ou neve. Um universo crescente é o da bicicleta... mas o que ninguém podia imaginar é que fat bikes iriam compreender mercados de MTBs e de cargueiras, dentre outras opções.