quarta-feira, 1 de abril de 2015

Rodas MT15... Vamos para o uso? 1ª parte


Foto: Roberto Furtado / Bikes and People.com

Foto: Roberto Furtado / Bikes and People.com
Foto: Roberto Furtado / Bikes and People.com
      Estou no planejamento de uma bicicleta moderna... havia comentado, mas não falei muito a respeito. A ideia é mostrar algo com mais detalhes, da atualidade, com intuito mais do cotidiano. Pra fazer umas trips, para umas trilhas leves, perder tempo em estrada de chão. Não tô muito pelo asfalto atualmente... quero pegar areia, chão batido, lugares que o carro não alcança. A ideia é simples... é uma proposta bem MTB aqui no RS. E sim, vai virar pauta... na hora certa. E até lá, vamos observando e apontando questões das peças. Coisas que a gente não vê em lugar nenhum do Brasil. Vamos ser mais técnicos e explicativos... como sempre fizemos com o aço e as bicicletas. "Tudão" tem por tudo... fazer algo igual a todo mundo é desnecessário, não acrescenta. Como diz um amigo, aqui não é "topa tudo por dinheiro do Silvio Santos"! 
O material em questão... as rodas! Rodas... este é um tema de relevância, mas também é esquecido. Não vejo ninguém falar sobre questões banais que a gente só se depara com o uso frequente. Vou tentar abordar estes, pq não é fácil. A proposta de fazer algo mais moderno partiu de amigos comerciantes. Vou fazer... Esta roda é a MT15 da Shimano... é uma roda simples, de grande qualidade. O valor médio encontrado no mercado brasileiro no modelo de 26" é de 400-500 reais. Em algumas promoções bem garimpadas se encontra por menos de 400 reais. A escolha pela roda 26" é pq estou nesta campanha de não excluir as rodas 26" em favor de 27.5 ou 29". E este modelo da Shimano é encontrado nas versões de 26, 27,5 e 29 polegadas no Brasil. Contudo, como escrevi e vai sair na Revista Bicicleta do mês de abril, as rodas 26" estão recebendo uma certa recusa do mercado. O sentimento é alimentado pelo sistema, através de lojistas e consumidor, motivados por uma onda ainda de novidade. Estas alegações sobre desempenho e etc, me parecem muito mais uma questão de controlar valores de mercado através de novidades, do que propriamente para os reais fins de uso da bicicleta. E aliás, experimente transportar uma bicicleta 26" e uma 29" dentro de um automóvel. Quem fez ou fará, saberá do que falo. É muito mais complicado carregar bicicletas de rodas maiores dentro de carros pequenos, ou mesmo em bagageiros de ônibus. E esta segunda opção não é tão incomum nos cicloturistas... quantos são os viajantes de bicicleta que usam transporte rodoviário em parte do trajeto? Então a gente entende que rodas de 26" são tão uteis a certos usos quanto as rodas 29" e que ocorre muita especulação e mito sobre estas. Ah, vc compete... entendi! Mas o público que compete representa menos de 10% dos praticantes que possuem bicicletas de qualidade... então já ficou meio "pasmo" com esta certeza de que a 29" é a melhor opção. E eu sei que vai ter leitor que vai criticar isto... mas eu tenho algumas questões relevantes para lembrar. Por volta de 2004, ao se perguntar sobre as bikes de Cr-Mo para lojistas e vendedores, muitos diziam que isto jamais voltaria. Eu falava que isto ia voltar... fato que se prova com as duas últimas feiras Interbike (2013-2014), que estivemos presentes e constatamos que mais de 40-50% das bicicletas são produzidas em aço ou Cr-Mo. Se estivermos falando de fixas, fat bikes, MTBs comemorativas ou para saudosistas, então este número cresce percentualmente. As bikes de aço ou Cr-Mo são grande maioria nestas opções... representam mais de 80-90% do volume. Agora, entramos em uma nova discussão... é o fim da roda 26"? Vc acha mesmo? Pq? Vc já viu que a bicicleta 26" é mais leve, se acomoda melhor dentro do automóvel ou no ônibus, tornando-se mais prática. E nem vou entrar na discussão que a roda 26" tem aval da física para ser mais forte. Então... não cai nesta de pensarem por vc. Começa a fazer por conta... pq isto é manipulação de mercado. De outra forma a Shimano não faria rodas de 26", bem como outras grandes marcas. Diminuiu o modelo de 26"... mas muito em função desta especulação toda. Ninguém quer produzir um modelo que esta vendendo menos e que tem menos margem de lucro! Não é mesmo? Aguarda aí o próximo post... vai ser dos bons! ;)

Texto: Roberto Furtado