quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

4 anos de prisioneiros sentimentos... a Massa patrolada por Golf preto!


     Quantas? Afinal, quantas vidas vale sua pressa? Neste momento falamos de mais de 20 vidas que felizmente não se foram, mas que serviram de força nesta luta da bicicleta no trânsito. Aos que se machucaram, lamentamos. Também comemoramos pq ninguém morreu. O ato violento de Ricardo Neis é algo injustificável... provocado ou não, ninguém pode, em hipótese alguma, acelerar e mirar o carro sobre seres humanos. 
Já se foram quatro anos desde o incidente... a justiça tarda, se arrasta, talvez tenha seus motivos... a quem espera, não importa! Diga para os esfolados, e lesados... bicicletas e corpos destruídos, muito mais que isto, sentimentos amassados por violência desmedida. Quem engole esta? Ora, toma pra ti se discorda! A Massa isto, a Massa aquilo... onde esta, afinal, o direito de "patrolar" as pessoas. Há, para quem esquece, o lembrete que todo ciclista tem uma família, um amor, um sonho. Temos, todos, amores em espera em nossos lares. E... quantas vidas vale a pressa de quem não suporta uma manifestação? Quantas vc pode engolir e assumir como responsável motorista? A quem diga, que um bom coração quando envolvido em acidente de trânsito com vítimas fatais, jamais sobrevive feliz depois de ser responsabilizado pelo fim de uma vida. A quem diga que a vida encerrada é o peso que o motorista carrega até o fim dos dias... eu acho que é verdade, quando o coração é bom, acredito! Sou motorista, sou jornalista, sou sonhador de ideais que jamais se planificarão, mas espero que nunca me torne autor de um acidente, farei tudo por isto! Afinal, quanto vale tua vida vivente? Quanto ela vale para mim, para teus amores, para quem tu espera chegar em casa de uma jornada de bicicleta? Lembra sempre, teu irmão, pai, mãe, filho, primo, neto, etc pode estar nas ruas, neste momento. Dirija com cuidado... peça por justiça, mas acima de tudo, previna! Pq lamentar é uma resultante da irreversível situação do caos de carros e bicicletas. Roda pra frente...