quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Demo Day da Interbike 2014

 Bom, alguns probleminhas com o voo que resultou em atraso, mas tudo certo... Depois de realizar o check in na feira, no Mandalay Bay Convention Center, me planejei para ir a ao Demo Day que eu não conhecia. Dá pra dizer que não existe algo igual em bicicleta no Brasil, pelo menos ainda não! O que surpreendeu? Estrutura, organização, opções para os testes de bikes, acessibilidade e atendimento de quem esta envolvido. A feira é realmente um espetáculo antes mesmo de começar...
A cidade de Boulder City é uma típica cidade do interior próxima de uma metrópole. Tem estrutura, educação e atenção dos residentes.
Conheci algumas pessoas muito legais no evento, mesmo possuindo a dificuldade no idioma.  Todo mundo é muito prestativo, atencioso, empenhado com a proposta de receber um visitante.
A câmera que comprei aqui para trabalhar é uma Canon 6d, mas eu ainda estou formando uma opinião sobre ela. Silenciosa, boa qualidade, mas pequena para empunhar... vamos ver como me saio com ela. 



O cenário é sensacional... pedras, muita areia, montanhas em todos os lados. Tem estradas asfaltadas específicas para bicicleta, tem trilhas de bikes em meio aos cactos. Vi muita fat bike sendo testadas e usadas por pessoas que vieram com um intuito da diversão e interação. É uma grande festa o Demo Day
A cidade de Las Vegas, como já apontei na edição de 2013, matéria que fizemos para a Revista Bicicleta, apresenta a estrutura perfeita para receber o visitante... são hotéis e refeições com preços muito acessíveis, comércio atraente para quem vier com familiares e uma sensação de segurança muito boa e inexistente no Brasil. 
Uma grande vantagem de um feira aqui em Las Vegas é aproveitar-se da estrutura para receber o visitante da Interbike com mais qualidade. Todo mundo que já veio aqui sabe de uma coisa... diversão garantida, bicicletas de ponta e lançamentos que aos poucos invadem o mundo. Me perguntaram pq eu achava que a feira seria mais relevante que qualquer outra... penso que o país é berço do MTB, eles são bons em fazer aquilo que criaram. Se há mais motivos, realmente há... mas precisa? Podemos contar com 1200 expositores para comprovar a versatilidade de um mercado como é o americano. Eles são muito focados no consumo e em produtos que superam a geração anterior...
Logo mais falo mais sobre a feira... aguenta aí! Agradecimentos a Revista Bicicleta!