quarta-feira, 16 de abril de 2014

Jornalismo da bicicleta

No ensaio de apresentação da GT Transeo com upgrades. Foto: Raul Grossi

O jornalismo da bicicleta parece uma abordagem sem merecimento. É raro você entrar em algum site de notícias não especializado e ter assuntos da bicicleta que deixem a gente satisfeitos. Somos críticos? Somos... mas somos críticos porquê a mídia não especializada tenta fazer um papel que não é capaz e, isto deve sim acontecer em outros segmentos. Vc pode abrir os jornais de qualquer cidade do Brasil e mesmo nas capitais será inexistente uma matéria de valor sobre o assunto... tudo que os jornais sabem fazer é colocar jornalistas iniciantes (aqueles que fazem pautas de pequena atenção ou importância) para gerar o conteúdo com uma profundidade que deixa devendo para qualquer leitor entusiasta. Não há, não houve, e possivelmente não haverá tão cedo, alguém capaz de escrever sobre o assunto. Pq para escrever sobre o assunto seria necessário alguém especializado, como fazemos na Revista Bicicleta, aqui no Bikes do Andarilho e em outros sites importantes da bicicleta. Eu sempre digo... fotografar é apertar um botão, todo mundo se acha fotógrafo pq tem um "celular". Fica bonitinho... um amigo diz: "faz uma exposição!" ou "Vc deveria trabalhar neste segmento!" Acontece que a birra que os jornalistas possuem sobre os jornalistas do paraquedismo não permite que os especializados e competentes profissionais da bicicleta ingressem no meio jornalístico. Fica o buraco no assunto... aquele buraco que certamente esta relacionado ao bom entendimento do que é ser ciclista, do que é uma bicicleta, socialmente e fisicamente falando. E de certa forma há razão... fotografia nem sempre é fotojornalismo, e texto nem sempre é jornalismo. O que transforma fotografia e palavras em jornalismo, principalmente especializado, é justamente a crítica conhecedora do assunto. Escrever o assunto sem ter conhecimento leva o autor ao erro, leva este ao "prêmio" de críticas de leitores que certamente conhecem mais o assunto do que ele... o desconhecimento é a surra da crítica, inevitável! Quem vai vir primeiro... bem isto não importa, pois o que estamos falando é que nos jornais temos visto apenas assuntos que nos decepcionam, os especializados estão do outro lado! Chato isto...