quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

E aí? Feliz 2014...


Foi mesmo que um vento... 2013 passou e deixou até susto! Foi mesmo que a mágica do Deus do Vento... Éolos. Passou, deixou coisas boas, deu lição de moral nas pessoas, deixou outras passar em branco. A vida é muito estranha, mas as coisas são escritas pouco a pouco... e hoje tenho mais coragem pra assumir a confiança de que o bem vai vencer tudo que houver de negativo nestas terras. 
Hoje é um dia especial aos meus olhos... é o primeiro dia que escrevo em 2014. Um ano que me traz esperança, alegria, confiança! É um ano que vejo vários guris amigos crescendo mais um degrau, no esporte, na vida, na profissão, na carreira acadêmica, etc. Não posso deixar de dizer que fico feliz de ver e que isto é algo que acredito. A gurizada voa... é boa! Rodas raiadas, raios que assobiam no vento, barro que respinga! Pancadas de acertos e erros na construção das histórias... e erros antecedem acertos, confie! Aos que foram ao vestibular... meninos, tenham certeza de que algo bom espera por vcs, passando agora ou prometendo para um futuro. Não esqueçam que estar vivo e encaminhado é uma grande oportunidade. Muitos devaneios escrevi aqui nestas páginas por muito tempo... agora, resta continuar para incentivar e valorizar a bicicleta. Assim, faço minha parte!
O que temos pela frente... bem, temos uma reconstrução, uma filha de Éolos. Então teremos a retomada de reconstrução, teremos as provas da FGC, SAC e outros eventos. Nada de novo, na realidade, mas com certeza com a qualidade única da crítica, do fotojornalismo, da amplitude que o Bikes do Andarilho e a Revista Bicicleta conseguem abraçar. Espero que vc tenha gostado da trajetória... afinal, estamos no 6º ano de caminhada. Pensando nesta caminhada, poucos são os espaços e as mídias que conseguiram superar este período. Tivemos mundiais, também feiras de SP por três anos consecutivos, uma feira em Las Vegas, coberturas de eventos sociais da bicicleta. Somos velhos... somos únicos, somos amplos, somos informais, somos formais quando preciso! Sim, nós somos tudo isto... nós somos únicos, eu, vc, e todas estas pegadas da bicicleta! Um feliz 2014 de paz, saúde e realizações... e que venha um ano para nos surpreender, com muito respeito pela bicicleta.