sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

A bicicleta que resistiu ao tempo... veja uma Sundown Rain Drop!


 Me lembro bem na década de 90 que apenas algumas bicicletas me chamavam a atenção. Eram sempre as grande marcas, pois era evidente a diferença de construção mecânica de tais bicicletas. As bicicletas boas eram caras... não era pra todo mundo uma bicicleta de qualidade, assim como na atualidade também não, infelizmente. E na verdade sempre vai ser possível fazer algo mais aprimorado com a elevação do valor final de uma bicicleta. 
 No fim da década de ouro para a bicicleta apareciam as Sundown de diferentes níveis e acabamentos. Ela jamais chegou aos pés de uma GT da década de ouro, tampouco próximo de uma Trek, Specialized, Diamond Back, etc... A Sundown era concebida para um público com menor poder aquisitivo, era muito fácil de ver isto. Qualquer ciclista entusiasta saberia disto, bastando avaliar bem a construção dos tubos e soldas, assim como as terminações. 
 Mesmo que fosse elaborada para um publico menos exigente ou de menos recursos, ainda se tratava de um produto de boa qualidade. Ela vinha com componentes que deixam até as nacionais para trás neste segmento. Estamos falando de um Rain Drop, modelo da marca Sundown que literalmente invadiu o mercado... vendida em magazines e supermercados a valores que giravam abaixo dos antigos 300 reais. Encontravam-se em promoções por 199 reais, ás vezes, menos!
 Câmbio shimano... dianteiro e traseiro, também trocadores! Conjuntinho simples de 18V, como esta que ainda traz a informação no adesivo original. Aliás, pouco importa se é 21V ou 18V, naquele tempo as bicicletas em sua maioria eram de 21 velocidades quando possuiam grupos de boa qualidade, e algumas possuíam Shimano de 24V, nem tão comum ainda. As passadas eram ressaltadas nos projetos por componentes de qualidade.
Bicicletas de boa construção "tinham" que vir com grupos shimano. Então, que tivesse... Shimano SIS, especialmente elaborado para bicicletas simples de qualidade. Não dava problema no cotidiano, mas era preciso saber usar... mais que na atualidade. Hoje em dia tem que ser um zero a esquerda pra estragar uma regulagem de grupo atual da qualidade, mas acontece... vejo sempre, as pencas! Aliás, quem não vê as bikes com correntes "cruzadas" em passeios?
Pequenos detalhes da Rain Drop descrevem seu patamar construtivo... era simples? Sim, era! Uma simplicidade suficiente para permitir o condutor pedalar com qualidade. Simplicidade funcional... este seria o termo! Aço carbono, hi-tensile? Talvez... diz um adesivo que há no frame que é butted especial... será? Pode ser... O alinhamento é bom, a pintura também tem boa qualidade, afinal, vc esta olhando para uma bicicleta com aproximadamente 15 anos. Veja então que o pedal ainda é original... vc sabe de que marca é? Welgo... ora, quando se percebe que pequenos detalhes foram atendidos com capricho mínimo, conclui-se que a preocupação era atender ao público com qualidade. Um valor de acordo com o mercado, qualidade mínima, pedalada prazerosa! Isto não tem preço... ou melhor, têm! Ao longo do tempo ela não somente se pagou, como também tornou-se uma economia para seu proprietário... se ele vender uma bicicleta destas hoje, pelo preço que for, baixo ou alto, terá recuperado uma parte do valor gasto depois de aproveitado o "patrimônio" durante muitos anos de uso. Não tenha medo de comprar uma bicicleta de qualidade mínima... ela trará alegrias a curto, também a longo prazo! Ela foi feita pra durar... 
Agradecimentos ao Ricardo da Adventure Bike Shop pelo fornecimento do material para teste e fotografia.