quinta-feira, 7 de novembro de 2013

A importância da cobertura fotográfica

Por diversas vezes abordei este assunto aqui e também no facebook. Gostaria de não ser tão repetitivo, pois canso a você e a mim com este tipo de abordagem "déjà vu"! Não é de hoje e possivelmente não será amanhã que nós mudaremos a mentalidade da maioria, mas para mudar algum fato precisamos debater e insistir, e nisto me considero muito bom, pois sou teimoso. 
Acho muito interessante quando ciclistas da atualidade me "cobram" por fotos do passado. Alguns álbuns eu ainda mantenho intactos, sem falhas, publicados e mantidos em perfeita ordem. 
Quando alguém me cobra a estocagem dos álbuns me pergunto qual a razão de tanta seriedade e surpresa quando a resposta é negativa. Na data em questão, o ciclista não quis comprar a foto por 10 reais que fosse... depois disto fiz outras dezenas de provas, onde em algumas tal ciclista participou, mas também não solicitou a imagem. Passados talvez três ou mais anos ele surge como fumaça e exige com vigor que a foto lhe seja fornecida. 
Pessoal, não é pra ser engraçado... isto aconteceu, não estamos no "sai de baixo", nem "divina comédia", tampouco na terra de Dorothi e Oz. Aqui é a vida real... chama-se planeta Terra, precisamente Brasil, terra dos impostos, dos elevados custos, dos trabalhos mantidos a duras penas e jornadas de trabalho com 7 dias semanais. Parece importante fotografar os eventos? Para os que responderem sim... direi apenas: "então comprem as fotos ou solicitem aos organizadores que promovam eventos com cobertura fotográfica". Para aqueles que não acham tão relevante como este ciclista que finalmente teve a queda da ficha, respondo que chegaram atrasados, mas que ainda há tempo para garantir a recordação. Não estou apenas mantendo um trabalho de meu interesse, estou a garantir sua recordação no futuro. Para quem interessa mostrar estas imagens? Bem, acredito que aos filhos, netos ou amigos. Estou construindo aqui, eternizando a história de vocês para que não seja esquecida... não parece importante? Bom, se novamente a resposta foi negativa, digo que não vou repetir... estamos, definitivamente em mundos paralelos não relacionados. O caminho para a "terra do nunca" é por ali... eu vou por ela, pq nunca vou me esquecer, tenho fotos para garantir!