quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Flagrante do Andarilho... sem fiscalização não há respeito!


Foi hoje... não dá nem pra dizer que foi logo do início da ciclovia, pq ela já têm quase um ano, ou até mais que isto. Pela manhã, o ciclista que circulava neste trecho da Avenida Icaraí se deparava com um pequeno "caminhão" sobre a larga "ciclovia". Não basta a ciclovia ter apenas um metro de largura, se tanto tiver, ainda teve um motorista cidadão que estacionou sobre a via de circulação exclusiva para a bicicleta. O interessante é que nunca aparece um agente do EPTC nestas horas... ou eles passam por ali e não dão bola mesmo. Na foto menor é possíves ver que entre o caminhão e o poste resta um pequeno espaço, que ao que parece seria insuficiente para um ciclista passar. O guidão normal de bicicleta não permitia que o espaço fosse suficiente... portanto, sabendo qualquer humano que o lugar era exclusivo para bicicleta, tornou-se um infrator com conhecimento de erro. Não foi sem querer... e o que se conclui com isto? Fica a suspeita de que o caráter do condutor do caminhão não fosse lá muito rígido, também que a EPTC não presta um serviço mínimo para atender uma cidade como Porto Alegre. E agora cidadão ciclista? O que se faz? Têm que tirar o chapéu para a prefeitura... não importa quão estreita seja a "droga" da ciclovia, ainda desta forma haverá irresponsabilidade. "Povo que não têm virtude, acaba escravo de sua prefeitura..."
O Flagrante do Andarilho é um espaço que deveria ajudar em alguma coisa, mas como já é uma tecla apertada, talvez por umas 1000 vezes, acho que não muda muita coisa. E é baseado neste conhecimento de realidade que o funcionário público brasileiro ferra com seu contribuinte... hoje, amanhã, depois, e depois, etc. E o povo... bem, o povo, que reclame!