sexta-feira, 13 de setembro de 2013

As fixas... carnavalescas e contemporâneas!



 Vez ou outra o assunto volta a tona... as fixas são um mundo a parte da bicicleta contemporânea! Coloridas, quase carnavalescas... sim, elas são em casos diversos um exemplo de cores contrastantes em um único objeto. Alguns dizem que isto as torna vulneráveis e visadas, outros dizem que é um estilo e que o colorido as torna mais visíveis ao trânsito agressivo e desatento. Cada um tem sua visão, aspiração ciclística... o mundo gira, a bike também, neste caso, em torno do próprio eixo de roda. Ciclistas têm motivos, suas próprias razões... tem sonhos pra colocar em prática. E como se faz isto? Ora, cada qual a sua maneira... Uns correm atrás da máquina cedendo ao sistema em troca de moeda que troca algo por outro algo. Outros, levam a vida como acham... dosam por conta, sem pressa, sem patrão!
Como cada um vai levar a vida não interessa ao próximo... relógio ponto é para aqueles que querem enfrentar o mundo vendendo 8 a 10 horas diárias ao trabalho. Aliás, quem consegue ficar apenas 8 horas envolvido com o trabalho? Se pega no trampo ás 8 horas, sai de casa ás 7 da manhã. Na volta, se larga ás 17:30, certamente não chega antes das 19 horas! Como culpar aqueles que fazem? Como culpar os que não fazem? Cada um a sua maneira, como fixas coloridas ou pretas e sóbrias. O mundo mudou minha gente... o mundo não é mais o mesmo. Ele "inchou", adoeceu, e agora luta por se ajustar. Justo, não? 
Você mudou, eu, mudei! Há tempos comecei a mudar... quando abandonei a engenharia para ser feliz, descobri que poderia existir luz no fim do túnel. Quem quiser, que faça... reaja, sangre! Não deixe de tentar... o ponteiro do relógio esta consumindo sua areia temporal! Vai esperar o que para mudar? Muda agora, esqueça o modelo mundial, pense que entre o bem e o mal existe um pedestal que lhe permite ver coisas boas e ruins em ambos os lados. Nem tudo é tão certo como pregam, nem tão errado... se você faz amigos por onde anda, certamente têm algo de bom. Se não faz, bem, talvez esteja no meio errado... talvez esteja na hora de mudar de endereço, de bicicleta, de pensamento! 
Hoje, permiti que meu dia fosse diferente... o que era pra ser uma avaliação tradicional da bicicleta, acaba por ser um motivo para você refletir. Tá vendo esta magrela das fotos? Cabe na sua vida? Não? Pensa bem... pode ser o início de um novo começo ou a permanência em um mundo estranho. As opções são folhas secas carregadas pelo vento... nem todas fazem o mesmo caminho, elas não respeitam sinais de trânsito impostos pela sociedade. Elas são indefesas, inofensivas, são escolhas, tudo vai mudar novamente... elas são você amanhã!
Agradecimentos ao Ricardo Machado da Adventure Bike Shop da Ipiranga, vivente e comerciante que acredita no meu trabalho e talento. Onde existe oportunidade, existe crescimento!