segunda-feira, 27 de maio de 2013

Audax 300 km da SAC... "regado a neblina!"

Imagens da SAC - Audax 300 km da Neblina

Largaram ainda no sábado... Muitos? Pouco mais de 60 ciclistas... aos poucos, muitos abortaram a missão. O motivo? Frio, umidade, baixa visibilidade... talvez excesso de confiança, talvez despreparo da mente. Não estamos a julgar, não duvidamos de nenhum. Não é fácil! Pedalar 300 km  sob ótimas condições é difícil, imagine com as dificuldades de subida e mais subida, adicionando o fator frio e neblina.
De carro, por volta das 5:30 da manhã, peguei a Tabaí-Canoas e me deparei com uma das neblinas mais feias que já vi. Era densa... o carro andando a 40 km/h me colocava em risco. Afinal, o que haveria 20 metros a frente? Imagine pedalar em condições assim... e foi exatamente isto que muitos fizeram. A Sociedade Audax de Ciclismo deve divulgar os tempos e os nomes de todos, em dois dias.  
As imagens falam por si... não é hora de julgar, mas o gigante conspira contra os fortes, mais ainda contra os inexperientes. As passadas de 300 km sobre condições não ideais podem ser mais longas. O gigante é assim, com ou sem chuva, com ou sem neblina, com ou sem surpresa... faz parte da experiência do ciclista resolver o problema. Que seja contra o gigante... mas desta vez, me parece óbvio que o gigante venceu algumas dezenas de ciclistas. Felizmente, sempre existe um amanhã, e sabe lá Deus ou Zeus quando e que tipo de gigante haverá pelo caminho. A verdade é que só os insistentes alcançam... a fé, seja qual for, trará seu sucesso pelas pernas de um vencedor. O vencedor de si mesmo! O vencedor de gigantes...

Obs: As imagens produzidas no evento da SAC estão disponíveis para aquisição em grande formato. Devido a parceria, o valor é de 5 reais, para eternizar uma história.