sábado, 27 de abril de 2013

Para manter um blog... sinergia, tempo, forma de olhar!


Vou dizer coisas que as pessoas não entendem... pq sei que algumas vão entender. E nesta afirmativa já faço foco da questão deste post. Ontem eu caminhei por alguns minutos sem hora para encerrar ou tarefa para executar. Foi um dia estranho, o dia do refresh... pode ser reset, se assim ficar mais fácil de compreender.
Sentia meus pés na rua, calçada, atravessando vias... e o relógio, nem olhei! Não tive vontade, e nem sei pq olho para ele tantas vezes durante o dia. Gravaram em minha mente, na escola, que horário é tudo... na faculdade também foi assim, com maior rigidez quando se tratava da engenharia. Fui pontual até hoje, como poucos são... muitas vezes, médicos, dentistas, mecânicos, clientes, prestadores de serviços, colegas, etc, me deixaram esperando! Não tem coisa mais desagradável no compromisso quando o combinado não é respeitado. Pode ser 5 minutos? Cinco minutos não é justificativa para estresse, tampouco pode ser visto como problema. Na faculdade, tive um professor na UFRGS, um grande "FDP", que toda vez que alguém chegava atrasado, dava metade da presença, mesmo que fosse apenas 5 minutos. Ele, no entanto, muitas vezes chegava atrasado mais de meia hora, e algumas vezes não comparecia. Era um animal... trouxa mesmo!
De vez em quando, pego a estrada e percebo como são idiotas estas referências. Elas precisam existir, nos são cobradas, mas raramente são honradas... elas não valorizam ou desvalorizam o trabalho final, tampouco demonstram habilidade do vivente. Apenas, formalizam um conceito de trabalho. E me parece que é justamente este conceito que esta matando as pessoas... Correr contra o tempo, derrubando as dificuldades do trânsito, é causa de muitas moléstias do homem. Vivemos de combinar esforços múltiplos, tarefas diferentes, locais desencontrados, pensamentos divergentes. Aqui, neste blog, escrevo, fotografo! Estudo os produtos do mercado, tendências, falo com várias pessoas, garimpo peças de bicicleta para ter uma abordagem, me meto a reconstrutor de bicicletas do passado, e nem sei mais o que depende a manutenção deste espaço. Algumas vezes, passa dois dias de vazio, outro dia tem 4 postagens de assuntos diversos. Muitos jornais pequenos não possuem esta energia. Esforços combinados, mesmo que de um único vivente, disposto a atingir um objetivo simples... Esta tal sinergia gera uma pergunta. É a confusão ao perceber que tanto se faz. Como manter um blog... para quê? Uma vez me perguntaram... pq eu fazia isto. Eu, sem muito saber o que dizer, apenas respondi: "É o que gosto de fazer..."
Olha esta estrada e pensa o que você faria se estivesse de bicicleta neste local. A resposta é mais ou menos sobre ir... ir para algum lugar. De bicicleta, é isto que acontece, nem motivos há. Apenas fazemos... pedalamos!