segunda-feira, 18 de março de 2013

Downhill de Pinto Bandeira... grande festa para o esporte!

Piloto: Fernando Giordani
Tive um pequeno problema de instabilidade na internet. Por isto demorei um pouco para subir as imagens. A FGC recebe ainda hoje a coleção, mas o transferidor de arquivos não aceita fazer por lotes, preciso fazer de uma vez só. Estou resolvendo aqui esta dificuldade da web, mas isto não faz perder o brilho do grande dia que foi ontem. Algumas coisas são mera impressão... outras, pequenas sugestões de como será o dia. Como é descrito o acaso? Quando foi definido que algo estava destinado se algumas mudanças ocorrem dentro de um período pequeno? Possivelmente, o tal destino, como o tal chorão cantou na música, "ele brinca com as pessoas!" As pessoas saem de cena todos os dias. Lembrar isto é uma oportunidade de pensarmos que a vida é frágil, e nas estradas muitas se perdem. Acho que é verdade... acho que somos todos sortudos, pq hoje estamos aqui. Superamos mais um dia de vida onde a tal roleta russa parece um brinquedinho. As palavras de Zottis me deram um caminho de reflexão. Ele é de poucas palavras, mas reflete coisas importantes. Ele disse: "Cara, a gente tem tudo!" Refletindo sobre que "somos todos saudáveis, temos família, e toda a estrutura que chega junto com estes presentes." Digo que Zottis tem razão. Temos tudo, e sabermos isto nos faz gratos. Alguns gastam seu tempo para comemorar em domingos, outros para que este domingo seja lembrado como um grande dia. Como disse ao Fernando Giordani, eles não fazem o show sozinhos. Contudo, digo que sem as estrelas das pistas não haveria espetáculo para ser assistido. A importância é mútua... dos montadores da pista, aos conferentes dos tempos, sem esquecer de quem fez o possível para nos acompanhar ou nos levar lá. Importante é sabermos disso... E como foi que o destino conspirou a nosso favor? Estávamos lá, sem qualquer contratempo, em segurança. Todos os dias em que pego a estrada, e isto não é por conta somente da Federação Gaúcha de Ciclismo, agradeço pela vida e pelo retorno em segurança. Os km consumidos de vida, a pele marcada pelo decorrer da idade, isto tudo é um presente. Somos todos campeões. No mundo do downhill gaúcho brilha um nome, Zottis. Este brilho não reduz a importância de todos neste grande evento. Zottis, de alguma forma calada, me diz como devemos ser... Devemos ser simples, cooperativos, cautelosos com o que pensamos, devemos ser fraternos.
Somos todos necessários a esta grande brincadeira que levamos a sério. Somos um pouquinho de cada um... Espero prestigiar mais dias como este. Mesmo estando longe da família nestes eventos, de corpo cansado, minha mente descansa. É um bom estímulo pra começar a semana. Posso ser um repórter fotográfico emissor de muitos devaneios, mas a vida é descrita pela individualidade de cada um. Viva as diferenças, existem por algum motivo! Roda pra frente...