quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Leitor escreveu mensagem... vamos lá!

 A tarde de hoje foi interessante... incomum! Recebi um email interessante de um leitor. Falava sobre não encontrar a Revista Bicicleta, e também sobre a falta de postagens deste blog nos últimos dias. A verdade é que ando meio desanimado, talvez seja pela continuidade do trabalho, também por diversos receios, e especialmente pelo calor. Penso muito nisto, o calor consegue mudar o estado de espírito da gente. O leitor escreveu um email perguntando se esta acontecendo alguma coisa de errado, perguntou se preciso de ajuda, e se pretendo desistir do blog.
Tal dúvida ocorreu em muitos quando perceberam que em uma de minhas atualizações no facebook, eu descrevia se continuaria com o trabalho com  a FGC. Bem, talvez eu não tenha me posicionado da melhor forma, também não expliquei. Realmente, o trabalho com a FGC é um trabalho cansativo, como disse aqui muitas vezes. Os motivos são vários, mas dentre os mais importantes estão a perda de Domingos com a família, também a distância das provas, e obviamente a pequena valorização do profissional. Que fique claro que a desvalorização do profissional é uma realidade em todo o esporte que não se relacione com o futebol. Inclusive, nos próximos dias deve ocorrer a eleição para presidência da FGC. Não acredito que o presidente atual, ou o novo presidente, tenham interesse em deixar de ter a cobertura fotográfica que realizo. Então, por este ponto de vista não terei motivos para deixar o blog de lado, ou diminuir o vigor de alimentá-lo. 
A Revista Bicicleta também demonstra uma excelente parceria, sendo mais um motivo para que eu mantenha o blog. O real motivo que impede que o blog seja alimentado por hora é a falta de novidades do presente momento. Não há nada errado, nenhum receio, nem interesse de minha parte em abandonar este espaço que é parte do meu lazer. Aqui desabafo, solto o verbo, solto a imaginação, e abordo o que bem me interessa. Felizmente, ocorre a afinidade entre este bloguito e outros tantos ciclistas, e por isto a continuidade. O 5º ano não é por acaso... há uma motivo para tudo, e este motivo, obviamente é uma necessidade de escrever e fotografar um determinado assunto, que por sua vez, encontra necessidade de procura, como em outros assuntos em outras páginas que se acumulam as milhares na rede. Ao leitor, já providenciei que ele receba o exemplar do mês de Dezembro. Agradeço o gesto de solidariedade. Não havendo mais nenhuma dúvida, seguimos na estrada em direção ao 6º ano. Roda pra frente...