quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Manoplas...

    As manoplas são raramente comentadas em posts e testes de bicicletas, mas elas tem uma grande importância. Você pode até utilizar uma manopla (grip ou punho) de má qualidade, mas depois de horas pedalando, virá a lembrança da qualidade que elas deveriam ter. Não acho que em tiros pequeno, cuja distância seja menor que 8 km, este acessório possa demonstrar problemas da natureza conforto. Mesmo assim, sempre opto por manoplas observando muito bem as qualidades do produto e as intenções do fabricante. Esta manopla não foi escolhida por sua anatomia, ou por qualquer outra finalidade. Escolhi este modelo pq ela possuia um atributo interessante. Ela é fácil de instalar e de remover, bastando que o usuário possua uma chave allen. Em bikes para testes, isto pode ser de grande valor, pois muitas vezes é preciso substituir o guidão, e o trabalho de remoção das manoplas sendo facilitado, fornece a mesma rapidez para trocar o guidão. A fixação é feita por dois pequenos parafusos, e estes tem um complemento de apoio da face interna da manopla. Evitando que o corpo delas se torça. Realmente achei muito prático. O modelo em questão não é exclusivo no sistema de fixação, mas funciona de forma eficiente. O fabricante destes grips é a Velo. Certamente que mundialmente conhecida por seus selins e outros acessórios. 
Nos próximos dias, a bicicleta Viking ficará em teste, e nesta estão os tais grips. A vantagem de testar é auxiliar os leitores na aquisição de produtos. 
Estou um pouco ansioso para colocar a single speed a prova em uma condição de lomba, que é outra situação de esforço sobre os grips. Isto pq ao pedalarmos em pé na bicicleta, estamos perdendo o quinto apoio pra pedalar. Além de perdermos o apoio do selim, estamos a forçar em torção os punhos. Punhos mal colocados ou de má qualidade, certamente deverão trazer desconforto, insegurança, ou até mesmo a queda do ciclista.