quarta-feira, 11 de abril de 2012

Frame Trek 930... reconstrução de old school - 4ª Parte!





Bem, estamos entrando no fechamento de mais um projeto reconstrutivo. Utilizei a bicicleta em questão no passeio do POA Bikers desta última segunda feira. Alguns amigos viram a mesma pessoalmente em ação. Outros experimentaram... em princípio, todos gostaram, elogiaram muito a aparência da bicicleta. A cor deve ter ajudado muito, pois todos manifestaram satisfação sobre esta. As fotos podem causar uma certa alteração de coloração, mas para mim a cor esta bastante fiel. As fotos foram realizadas no campo de um hotel localizada em Cambará, em meio a ovelhas, vacas, marrecos, e alguns pássaros silvestres. A sensação de estar em um lugar assim é reconfortante. Curti muito ao realizar as fotos da bicicleta junto das ovelhas. Aos curiosos sobre os componentes... totalmente Shimano. Rodas, vbrakes, trocadores, pedevela, pedais clip, cambio dianteiro e traseiro. O cambio traseiro é o Alívio moderno, que tem me trazido boas impressões. O modelo novo em relação ao anterior melhorou muito, parece mais rápido, mais bonito e moderno, mais agressivo no desenho! Trocas de marchas perfeitas! A espiga pode ser outro alvo de curiosidade. Foi realizado o aumento de espiga no padrão já descrito aqui no blog, bucha de aço, solda tig, trabalho bem feito para garantir segurança. Ficou mais pesado? Certamente, mas também é mais seguro, e mais confortável. Os espaçadores de 10 mm são ao todo 9 unidades. A caixa de direção é Dia Compe, ainda original, em excelente estado. Chamou a atenção quando desmontei, e aproveitei para reutilizar no projeto. A bicicleta esta confortável, razoavelmente leve, e precisa no funcionamento. Se mostrou muito ágil, mesmo com pneus 26 x 2.1 com pressão abaixo do limite. Assim como em toda relação recem iniciada, estou apaixonado... resolvi namorar esta bicicleta por algum tempo. Estava cogitando em realizar o projeto de cicloturismo que farei na segunda metade do ano, justamente com esta bike. Para ter certeza, será preciso partir para pequenas empreitadas, até que a conclusão se confirme quanto a geometria, e adaptações que são importantes em viagens. Letra largada, mistério pela frente... Logo mais conto pra todos. Em terra onde as palavras são soltas ao vento, algum segredo é preciso, pq ocorrem sempre a falta de originalidade. Não me preocupa que alguém faça exatamente igual, pelo contrário... só não quero perder a oportunidade de fotografar uma viagem sem concorrência de postagens! kkkk
Meus agradecimentos ao Tchaka pela montagem, ajuste e paciência, ao Fabio Lazzarotto pelo achado, e ao Raul pelos conselhos e auxílios.
Roda pra frente...

Roberto Furtado