segunda-feira, 30 de abril de 2012

Forrest Gump não foi de bike! Que pena...


O espírito livre é um adjetivo raro na sociedade, mas em ciclistas ele é bastante comum. Outro dia, pensando em um filme para realizar um trabalho de análise crítica para a faculdade (produção audiovisual), pensei que este seria um dos filmes perfeitos para isto. Entre as tais reflexões que todo viajante possui, me deparei com esta questão que o personagem poderia tranquilamente utilizar uma bicicleta. Claro que a adaptação é preferência de um autor, mas confesso que eu jamais toparia algo na base do pisante... impacto após impacto. Se Zeus nos deu rodas raiadas, foi para que usássemos. Creia cada um como quiser, mas eu gostaria que fosse de bicicleta. Mesmo assim, este é um dos trechos mais bonitos e empolgantes do filme, se tratando de "Andarilhos". 
Roda pra frente... 

Roberto Furtado