quinta-feira, 15 de março de 2012

Insistência... motivos!

Tenho motivos demais para ser feliz, tenho motivos demais para sorrir...
Penso em motivos para partir, repenso motivos para ficar...
Leio motivos no jornal para detestar, leio histórias para amar...
Creio em motivos para insistir, e ouço de outros para desistir...
Caminho entre motivos para fotografar, e eternizo situações para lembrar...
Pedalo para não esquecer motivos que me fazem sempre cativar...
No ar, na terra, no mar, motivos para protestar, futuro ambiental para perpetuar.
Motivos banais protelam ações importantes, motivos reais não saem da gaveta.
Na estrada, motivos para sempre querer encontrar a linha do horizonte...
Ando e desando em motivos grandes e pequenos, referências para crescer...
Tenho motivos demais para continuar, parar, pausar... tenho motivos!
Sofro motivos em conclusões, distorções de reflexões, tenho tantos...
Vivo na cidade dos motivos para ajudar, retalhar, criar, condenar... penso!
Quero motivos para avantajar ideais, onde pessoas são motivos...
Hipocrisia nas palavras de alguns, sinceridade no silêncio de outros.
Tenho excelente motivo, tenho a vida inteira pela frente...

Roberto Furtado