quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Motivos para grandes empresas investirem em bicicletas


A crescente demanda de trânsito mostra dados preocupantes. O deslocamento de uma grande e crescente população, ligados ou não a novos sistemas que absorvem mão de obra, geram fluxo de pessoas em todas as direções dos grandes centros. Muitos trabalhadores utilizam carros próprios, coletivos, taxis, e neste ponto esquecemos os reais motivos pelos quais trabalhamos. Trabalhamos para ganhar o próprio sustento, de forma sustentável! Viver é um ato de criar oportunidades, de tomar decisões certas. Uma escolha mal elaborada, e perdemos algo... A vida é assim, a vida na cidade, mais ainda. Como tudo se transforma, nada se perde... então algo de ruim é gerado se não estivermos atentos. O tempo é realmente um fenômeno que se transformou em inimigo, já que homem algum consegue vencê-lo. Com isto, muitos saem de casa ate 2 ou 3 horas antes de iniciar sua jornada de trabalho dentro da empresa. O trânsito tornou-se tão caótico que banalizou o fato de alguém perder 2 ou 4 horas por dia se deslocando para trabalhar. Enquanto isto, um filho aguarda ansioso para brincar com seu pai. Este filho, no futuro, talvez, tenha problemas emocionais. Suposições que nos levam a exemplos dentro de uma sociedade real. Seria muito bom pensar que uma máquina no futuro pudesse nos teletransportar e nos levar a grandes distâncias sem a perda do espaço temporal. Momento que colocamos fora! De outra forma podemos ver esta questão, talvez, se o tempo não possa ser vencido, possa ser controlado! E se esforços governamentais e privados pudessem estimular o uso de veículos sustentáveis como a bicicleta. Algumas pessoas contribuem com o congestionamento urbano e moram apenas a algumas quadras de seus trabalhos. Estas, com certeza, estão oferecendo grande oportunidade ao caos da mobilidade urbana. Seria uma forma egoísta de existir, permitir-se ir de carro em horários de maior atividade de trânsito apenas para desfrutar do ar condicionado no retorno ao lar. Em vez de ficar 40 minutos de frente com o volante do carro, você poderia chegar de bicicleta em casa, 25 minutos antes para brincar com seu filho, mesmo que estes 15 minutos fossem de algum calor. Não esqueçamos que a bicicleta em deslocamento sofre o efeito da física, e uma brisa é gerada, sempre! Esta, por sua vez, poderia ser suficiente para aliviar-te do calor em demasia. 
Funcionários que utilizam a bicicleta para ir ao trabalho, costumam ter mais disposição no trabalho, e em casa. Maior disposição se traduz em maior rendimento no trabalho, e maior felicidade junto da família. Cidadão que utilizam a bicicleta, nunca, nunca, nunca causam engarrafamentos! Nunca causam acidentes de grandes proporções, nunca ferem pessoas como os veículos automotores... Ou você já leu no jornal: "Jovem em bicicleta perde o controle, e atropela pedestres na parada de ônibus. Oito pessoas estão em estado grave!" 
Grandes empresas deveriam apostar em seus funcionários que utilizam a bicicleta, pq sem dúvidas alguma, este quesito é mais uma qualidade do profissional. Será questão de tempo até que o governo decline para esta realidade. Assim como já acontece em países desenvolvidos, a exemplo da Alemanha, que não possui um clima legal como o Brasil, mas que produz os carros mais caros vendidos ao mercado brasileiro. Empresas grandes deveriam valorizar o mercado da bicicleta para serem vistas como empresas menos "carrascas" ao meio ambiente, também deveriam valorizar seus funcionários por ideais próprios tão honrados. Definitivamente, investir em bicicleta é uma "penca" de motivos! Motivos para viver bem, motivos para construir mais e melhor, motivos que permitem ações de sustentabilidade.
A ironia que permite debochar do sistema é a mesma que permite sorrir ao pedalar... algumas vezes, não sabemos pq, mas pedalar, nos arranca um sorriso. Deve-se a isto pq estamos simplesmente felizes, mas o governo não vê isto... pq o governo, jamais anda de bicicleta!

Roberto Furtado