sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

MP apura atuação de grupo de ciclistas em Porto Alegre - Zero Hora


Saiu na Zero Hora de hoje a polêmica que tenho apontado sobre a Massa Crítica... e pode ser visto aqui: http://zerohora.clicrbs.com.br 
Infelizmente, um grupo inteiro responde por ações negativas de um percentual pequeno de ciclistas que se excedem. O fato de não haver um lider, um representante, não reduz em nada a responsabilidade de atos de vandalismo como os que muitas pessoas descrevem. Também não os evitam! Protestar não é baderna! É lamentável que um movimento com a força da Massa Crítica perca crédito argumentativo em função de atos que testemunhas descrevem como "sinais obscenos" como provoção (esta aqui eu já vi) e "ameaças de bater nos veículos". Um ciclista que utiliza a bicicleta diariamente para trabalhar, disse: "tenho vergonha em ser confundido com pessoas que tomam esta atitude! Deixei de participar pq não queria ser apontado como participante!"
O movimento é bonito e o problema esta em uma minoria que insiste em se exceder. Escutei de alguns colegas que este último evento não teve nenhum porém. E fiquei a pensar se fosse ao fato de que o volume da massa esta reduzido. Seria? Será que estes alguns se ausentaram na última Massa? Com o excesso, sempre haverá a perda... a perda da razão, a perda da voz, a perda de oportunidades. A Revista Bicicleta traz informações importantes sobre o andamento destes acontecimentos.

Roberto Furtado