quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Modalidades de Downhill e Audax no RS são referências no Brasil

Downhill da FGC
Audax 200 km da SAC

Embora totalmente distintas as modalidades de Downhill (FGC) e Audax estilo Randonneé (SAC) ambas tem sido apontadas como as melhores provas do Brasil. As afirmativas são de praticantes vindos de outros Estados, e de ciclistas que participam de provas em todo Brasil. O Downhill é promovido pela Federação Gaúcha de Ciclismo, por Marcos Lorenz. Marcos traz em sua caminhada junto ao ciclismo, mais de 10 anos de experiência em organizar eventos oficiais. No RS, as provas de Downhill reunem grande quantidade de inscritos de elevado nível técnico, juntamente de SC, que também mostra grande quantidade de pilotos experientes, a exemplo de Markolf, muitas vezes campeão Brasileiro. 
O Audax realizado pela Sociedade Audax de Ciclismo, clube registrado pela ACP (Audax Club Parisien) tem se destacado nos últimos dois anos. Entre os inscritos, os ciclistas mais experientes da longa distância. Brevetados vindos de toda parte do País. As provas, brevets de 200, 300, 400, 600 e 1000 km, como estão no calendário Brasileiro. A SAC, através de sua organizadora, Sirlei Ninki, realiza também desafios de menor distância, justamente para "criar" ciclistas de longa distância. A capacidade do ciclista é gradual, de acordo com passeios longos, provas de menor distância, e desta forma a confiança do participante vai sendo construída. Audax é uma prova que não visa priemiro lugar, visa conclusão, superação pessoal!
Cada ciclista possui uma aptidão para um tipo de prova, e é preciso trabalhar este adjetivo. O desejo de superar existe em todos, a forma como é vista a superação é totalmente pessoal. O próximo ano é uma grande promessa para estas modalidades, e o RS já se mostra um "preferido" para tais provas. 
Roda pra frente, pois 2012 vai ser muito positivo para a bicicleta...

Roberto Furtado