quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Para maior conforto... elevação do guidão!



Na idéia de melhorar o conforto, Raul optou por evoluir o conceito de adaptador de espiga. Evoluir no sentido de aumentar o comprimento, já que os fabricantes desta peça, economizam material fazendo-as curtas (também de parede muito fina). Pensamos que o conforto não tem preço, assim como a segurança, e a melhor opção é transformar a bike a modo de deixá-la ideal para nós. E não nos adaptar a condição dimensional da bike. Sem esquecer que estas bikes eram de outra época, e que na data em questão a geometria era diferente. As bikes eram feitas com um perfil esportivo de diferente conceito em relação ao atual. Até mesmo as atuais esportivas se direcionaram ao conforto, ou não perceberam que o guidão é mais alto, e as vezes menos distante do selim? Olhem bem as geometrias de duas speed, uma atual e uma old school, e entenderão. Em MTBs, a diferença também existe, pois as old de 90's, geralmente são horizontais em top tube, e as modernas são slooping. Buscando esta melhoria, idealizou-se e confeccionou-se o novo adaptador... o torneiro mecânico fez para o Raul. E como expliquei no outro post da GT Outpost vermelha. Não faça isto por conta se não tiveres conhecimento... Se trata de um item de segurança, e eu e Raul assumimos o risco de subir em bikes com tais adaptações e alterações. E logicamente não faríamos em bikes que fossempassadas a terceiros. Muito viável, e pode ser muito seguro, mas precisa ser feito por um profissional que entende do assunto, e avaliado por alguém que vai usar esta bicicleta como veículo seguro.

Fotos: Raul Grossi
Texto: Roberto Furtado