quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Selim... conforto na bike!

Velo modelo original da linha GT

Velo Plush D2

Velo Road Cr-Mo

Clássico Velo Plush
Acima de diversos modelos de selim estão logicamente diversos tipos de "traseiro", por assim dizer. Cada um tem um formato com caracteristicas muito específicas, e é justamente isto que nos faz tão diferentes na hora de adaptar-se a bicicleta. Alguns precisam de bikes curtas, outros de bikes longas, alguns acham que o selim precisa ser alto e ter material bem amortecido, outros parecem que não se importam muito com o formato, mas sim com o peso do selim. Pessoalmente, acredito que o selim deva ter qualidade, e esta é mais expressiva quanto a forma estrutural e ao conforto quando o assunto for passeio, viagens e provas de longa distância. Já tentei usar alguns tipos de selim que não atendem ao conforto, acabei reprovando-os. Aqui não farei citação de marcas com intuito de valorizar ou desvalorizar, apenas recomendo que escute comentários de colegas que usam peças em vista para aquisição. Contar com a experiência de quem já usou, pode fazer a diferença. Fazer um passeio longo com um selim mal ajustado ou de má qualidade resulta em graves problemas que quase sempre estão relacionados com dores. Pedalar com dor, ou ter a dor no dia seguinte pode fazer um ciclista abandonar a prática. Me lembro bem disto quando comprei muito mal um selim em 97 numa loja que se dizia especializada em bicicletas. A mesa comprada na mesma loja também era um erro. Era a legítima venda empurrada, me fez muito mal pedalar naquelas condições. Por isto insisto... conversem com colegas antes de comprar peças e montar suas bicicletas. Existem muitos lojistas que empurram a venda sem pensar na real necessidade do cliente. Aproveitei para fazer este post depois de fotografar algumas peças... estava testando uma técnica para fotografar peças. As imagens tem direito autoral garantido por lei.

Fotos: Roberto Furtado