terça-feira, 14 de setembro de 2010

Uma via para os ciclistas

Semana que vem tem o dia... "um dia sem carro!" Embora seja eu, um entusiasta da bicicleta acredito que o movimento tem fraco efeito sobre a conscientização da massa. Hoje mesmo, indo de casa para o trabalho de bicicleta. Um ônibus de linha de Porto Alegre de prefixo 1071 bateu em meu guidão, e eu estava com o pneu a uns 30 cm do meio fio. Perdi o equilibrio, mas não caí, embora estivesse clipado e em baixa velocidade. Na recuperação dei um murro no ônibus, já no final do veículo. O motorista não parou, não fez a menor menção de reduzir velocidade, e como era subida não pude alcançar. Lamentei... mas antes enchi os olhos de sangue, pensando como punir um irresponsável destes, sabendo muito bem que não é mérito de todo motorista de ônibus, a tal estupidez. A gente fica numa saia justíssima, pensando em acabar com uma coisa pela falta de educação de outros seres humanos com perfil de besta. Durante o restante da subida, fiquei feliz por não ter me machucado... amenizei meu súbito mau humar provocado pelo motorista e segui refletindo. Imagino que ele não deva ter filhos ou parentes. Sim, que tem família não se comporta daquela maneira, justamente pensando que alguém poderia fazer o mesmo com um ente querido. Uma vez me perguntaram se eu acreditava nas pessoas... hoje, penso que a resposta esta na ponta da lingua. Acredito nas pessoas, não acredito em todas, e penso que este percentual não tem cura! É simplesmente um caso perdido da sociedade. O sobrevivente desta selva de pedra deve se adaptar, ou simplesmente ceder, o que significa abrir mão da vida! Entre calçada e avenida, deveria realmente haver uma ciclovia. Como não há, me mantenho junto ao cordão quando possível, e quando impossível, me junto aos pedestres na calçada. Me vejo então, mais um pagador de impostos... contribuinte para o vale gás, sem direito de pedalar na rua. Enquanto isto, o povo bate palma para presentes dados pelo governo, financiados também, com meu suado dinheiro...

Roberto Furtado