quarta-feira, 14 de julho de 2010

Trek 830...

Cara, ás vezes fico pensando que tem gente que é mesmo louca neste mundo. Outra dia Antônio me ligou e perguntou se eu queria comprar dele um quadro Trek 830. O antigo dono trocou por uma bike de aluminum... fez um baita negócio, tipo trocou uma Trek de "ferro" por uma bike de alumínio que não posso citar a marca (mas era uma porcaria). Não sei o que querem as pessoas que fazem passeios com uma bicicleta 500 gramas mais leve. Não faz sentido algum trocar uma trek por uma @x"dfr#*, para aliviar meio quilo. De toda maneira, entendo que talvez seja uma forma equivocada de substituir uma bike pela outra, naquele sentimento que nos leva ao cansaço da aparência de um material que temos há tempos. talvez seja isto...
Com mais uma rejeição, passei a ter mais um projeto de remontagem. Não sei o ano da coitadinha, mas esta ainda com pintura original em razoável estado de conservação. Depois de um brilho e peças novas, vai afinar nas mãos de algum felizardo.

Roberto Furtado