sexta-feira, 2 de julho de 2010

Brasil sem copa... bicicleta na rota!

No fim, depois do papelão feito pelos Brasil no jogo contra a Holanda, onde acabou fora da copa, penso que o País voltará ao normal. É estranho o estado de transe em que a nação assume, deixando tudo de lado... até mesmo o trabalho, segurança no trânsito e outras prioridades. Como bom brasileiro me coloquei em frente a TV, apenas para prestigiar o esporte, na espectativa de que a vitória viesse. Infelizmente não deu, e acabei mais um frustrado por este momento de enganação que acredito ser o futebol. Achei um baita papelão... jogadores que se acham, fazem um gol e se jogam nas cordas... depois levam outros dois gols (um foi contra), e perdem completamente a estabilidade emocional. O que podia tirar eles do sufoco era a serenidade, mas deixaram a coisa tomar uma proporção que até o pobre goleiro estava ofegante de afobado, coitado. Tive pena, mas não esqueço que a falta de preparo emocional é também um péssimo adjetivo. E no fim, como não adimitir que vence o melhor, ou então o mais preparado. É doloroso, mas é da vida... a a gente segue o rumo. Nós ciclistas, errantes andarilhos sobre bikes, temos nossa própria rota, nossos conceitos, nossa liberdade, nossa felicidade. Viva o Brasil!

Roberto Furtado