quarta-feira, 2 de junho de 2010

Espectativas climáticas para o Audax 300 km do dia 12 de Junho 2010

Então... estava aqui a refletir sobre o Audax do próximo dia 12 de junho, e percebi que maio foi um mês muito ruim para aqueles que buscavam seu preparo. Foi um mês intercalado de frio leve, chuva, muita umidade, e vento. As vezes quando não havia chuva, havia vento. Não lembro bem de como era maio nos outros anos, mas acho que este de 2010 deixou a desejar para nós ciclistas. Andei tão pouco que mesmo que quisesse arriscar o A.300 km teria o mesmo pressentimento da minha última investida, na qual me faltaram 70 e poucos km para completar, devido aos problemas já relatados em outros posts. Agora, dia 02 de junho, é lançada a contagem regressiva de 10 dias, e para quem fez o tema de casa, simplesmente será fácil. Minha intuição diz que o dia será de tempo seco, poucas nuvens e frio moderado a intenso, e um ventinho que entra por volta das 15:30 já perto do fim da prova. Já fui me fazendo passar por um guru do clima. Com antepassados indígenas, assim descobriu minha querida mãe, que uma tataravó era índia... bom, e o que os amigos têm com isto? Olha, se tenho um sanguezinho de índio, então pode ser que minha previsão esteja na direção certa, e os amigos farão uma espetacular prova. E eu sempre pensava quando era criança, pq todo mundo me perguntava se ia chover... no fim, penso que era pq quase sempre acertava, então tornara-se um hábito perguntar a quem normalmente acertava. E me lembro que as vezes até diziam: "mas como não vai chover hoje com este céu preto?" Eu simplesmente rebatia... "Hoje não!" Sabendo que a chuva seria para o dia seguinte.
Agora você pode acreditar, ou não, se assim preferir... mas tem coisas que são instintivas, pássaros e libélulas fogem da chuva que ainda não chegou, talvez um DNA índio possa dizer alguma coisa também.
Lancemos a sorte no vento... fiquem com a "força"!
Roberto Furtado