terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Calor extremo... cuidado!

Os últimos dias... pelo menos os últimos 10 dias se apresentaram com temperaturas altas em Porto Alegre. Reforçando a alta temperatura vem a umidade relativa do ar, que variou bastante, e atingiu índices de 80-90%. Combinando estas duas variáveis com a falta de vento, bom... aí temos uma sensação de abafamento que presenciamos aqui na capital gaúcha. Tenho visto muitos colegas abandonando os passeios e treinos. É estranho... Porto Alegre é atingida por muito calor. Não lembro de ocorrerem dias tão quentes como estes que senti. Dias atrás cheguei em casa, percebi que estava muito quente. Me apoiei na parede e logo entendi pq estava tão quente dentro... a casa se tornara um "forno" Muitos dias seguidos de calor intenso, e a casa foi mantendo o calor... tornou-se um armazenador de calor. A água fria deveria sair morna, mas já saia quente. Até comentei com a esposa que haviam cortado a árvore que ficava atrás de nossa casa, e que havíamos perdido parte da sombra que amenizaria a onda de calor. Nesta segunda pela manhã cedo, veio um temporal... chuvarada e nuvens, vento forte, deu uma resfriada. Cessou um pouco o calor extremo. Já tem dias que não pedalo, e não consigo imaginar como vou me sentir nos próximos pedais. Será que tudo isto é culpa de poluição? Será que é passageiro?
Alerto para a necesidade de beber bastante liquido. Já lembro para hidratar-se bem antes de começar a pedalar, pq a desidratação é rápida nestas condições. Acho também que o melhor é pedalar a noite, quando já não está tão quente.
Roberto Furtado