terça-feira, 30 de junho de 2009

Profissional Atleta

Já havia "envolvimento" com a bike 30 anos atrás

O profissional atleta é a mais numerosa classe de esportista. Com a bike ou no ciclismo não é diferente. Nos últimos anos a procura por uma vida mais saudável e menos sedentária tem levado milhões de pessoas a prática esportiva. Neste grupo tem uma grande variedade de profissionais, que tem o foco o seu trabalho, no caso de um vendedor, a cabeça dele trabalha a maior parte do dia, em se preocupando em como aumentar suas vendas, se é médico, como atender os pacientes, se advogado em como ganhar as causas na justiça, e quando sobra tempo, estes profissionais saem para praticar esporte. Ou nos fins de semana e, portanto o seu rendimento é limitado, não só pelo treino em si, mas também pela alimentação, descanso e outros fatores que ficam deficientes. Conhecemos também pessoas que conseguem conciliar o trabalho com um programa de treino bem elaborado que exige bastante disciplina, tanto na alimentação, descanso, acompanhamento médico entre outros. Mas depende muito do seu tipo de trabalho, família, estudos para que possa fazer um planejamento condizente. Porém independente de tudo e todos, uma coisa é certa, todos pedalam em pistas ou estradas com o desejo de buscar algo. Talvez superar seus limites ou de seus concorrentes em uma disputa saudável, talvez pela descontração, sei lá, mas sempre tem um motivo. Ainda não descobri o meu motivo, mas próximo a completar 48 anos, desde que aprendi a andar de bike, (que na época era “bici”), vi que era amor a primeira pedalada. Acho que é a sensação de liberdade, o vento no rosto, ver a distancia sendo encurtada pelo meu próprio esforço, sei lá...... Hoje nos desafios do Audax que tenho pedalado serve como um desafio, acima do calor, frio, sono, chuva, sede, fome, dores em geral, que somente com determinação todos são vencidos. Mas gostamos do que fazemos. Por isso hoje quando me perguntam se não dói aqui ou ali em pedalar longas distancias, costumo dizer que a pergunta não é esta e ser feita e sim onde é que não dói. É o ônus de ser profissional atleta.

Texto de Edivando Souza Cruz
Revista Pedal
Adaptado por Carlos Polesello


Material copiado e colado sem alterações, fornecido pelo amigo Carlos Polesello.
Parabenizo o assunto abordado... coisa de apaixonado por bike ou pela vida que ela oferece.

Roberto Furtado