terça-feira, 5 de maio de 2009

Tendências single speed para atualidade!





No interbike de 2008, houve presença de bikes tipo single speed de alto nível. Bicicletas single speed tem neste conceito praticidade aliada a simplicidade, baixo custo, e caracteristicas únicas que se traduzem no prazer de pedalar. O ciclista de uma single speed é experiente, geralmente, e sabe a relação ideal para grande parte dos trajetos que normalmente transita. De tempos para cá, este conceito single speed tem tomado conta como uma febre... e já não são poucos os ciclistas que buscam a montagem de uma bike single, em busca desta nova sensação entre bikemaníacos. A evolução e variação entre singles é estranha, mas não inválida, afinal, o conceito é a busca pelo ideal dentro de uma simplicidade de marcha única. Estranho é as grandes marcas estarem correndo atrás destes bikers, que parecem estar cedendo aos caprichos oferecidos. Nas imagens acima, uma single speed Trek, apresentada no interbike 2008... fotos retiradas do site cxmagazine.com , matéria sobre bikes para "cyclocross". Note que a bike trek moderna usa conceitos realmente atuais como o pedevela integrado com relação de tração por correia de borracha, caixa de direção integrada, e materiais como aluminio e carbono. Também é notável que o cantilever esteja presente nestas bikes, ressurgindo gradualmente por motivo bastante claro... bikes para ciclocross e bikes para cicloturismo, utilizam pneus maiores que 700 x 32 e nestas medidas de pneu, geralmente se torna inviável o uso das tradicionais ferradurinhas (pinças) aplicadas em speed. Os pneus para ciclocross possuem garras, e fica "meio" complicado quando o biker passa pelo barro... o pneu "engrossa" e raspa no quadro e no garfo. Assunto bastante complexo... os pqs de cada projeto, cada biker interessado sabe. A adoção por um deles é um experiento diário, evolução do ciclista, detalhes em quantidade para serem expostos aqui... talvez em uma nova oportunidade.