domingo, 5 de abril de 2009

Um projeto super leve e de baixo custo!

O sonho de todo ciclista que avança em competições ou simplesmente experimenta tudo que há no mercado é ter componentes super leves. Uma bike leve só é possível quando o conjunto completo é formado por peças super leves e de alto valor. Este conceito de leveza anda de mãos dadas com custo elevado, e é fácilmente entendido se pensarmos na necessidade de aprimoramento... o custo por sua vez, restringe o número de venda e por sua vez aumenta ainda mais o valor do produto. Questões de produção e especialização.
Pensando no uso que tenho feito da bike nas ruas de Porto Alegre, e refletindo muito sobre as bikes single speed, cheguei a uma conclusão que resultaria em baixo peso e custo.
Uma bike single speed é super leve, tem baixo custo, mas te deixa sem opções em relação. Uma boa idéia seria optar por uma coroa apenas no pedevela, com medida mediana que possa ser combinada com não mais de 5 engrenagens no cassete. Com uma bike de 5 marchas, é possível escolher uma relação de cassete com 11, 14, 17, 21, 25... combinados com coroa de 39 dentes, por exemplo. Fiz estes números sem nenhum experimento, apenas suposição. O resultado seria uma bike com trocador apenas no lado direito e cambio traseiro... opção de ter menos 3 engrenagens atrás, 2 coroas a menos, um trocador e um cambio dianteiro. Precisaria pesar pra ver se é significativo, mas em speeds pode ser. esta na minha lista de projetos... vou tentar por em prática numa speed, e veremos como fica.
Se alguém já fez isto, conte-nos...

Roberto Furtado