sexta-feira, 14 de novembro de 2008

SCOTT Cyclocross Team

Scott preta de carbono para prática de ciclocross, quase uma híbrida
Um dos lançamentos da expo bike Brasil foi um modelo da SCOTT para prática de ciclocross. O ciclocross é uma modalidade do ciclismo speed que impoe terrenos bem ruins, justos para uma MTB. Com pneus 700 x 35C, quase uma híbrida... se é que não é uma híbrida. Por estes e por demais detalhes citei a questão dias atrás sobre a restrição de uma verdadeira híbrida. Pela geometria não tenho dúvidas de que é uma Speed capaz de enfrentar o areião e quem sabe até mesmo o barro. Porém... aí no barro, se criaria a necessidade de freios a discos, algo um tanto quanto estranho. Seria uma inovação que talvez muitos reprovariam. Eu já teria dó de meter uma nave (quase espacial) destas no barro. Lamentei apenas que a bike tenha sido fabricada em carbono, material que foge de meu gosto, mas que tem sido muito bem aceito e tem mostrado ótimos resultados entre peso, desempenho e resistência. Os que estiverem questionando o peso desta bike (9150 gramas), não esqueçam que pneus maiores trazem com eles peso agregado. O limite de tecnologia já não permite surgirem bikes completas com peso muito menor, inclusive quando estas naves necessitam aguentar proprietários com mais de 60 kg fora de um asfalto.

Roberto Furtado