segunda-feira, 18 de julho de 2016

Final de semana da expressiva bicicleta!

Audax 600 km, Foto Roberto Furtado
Ekonova Adventure, foto Roberto Furtado
Laje de Sapiranga, foto Roberto Furtado
         No próximo final de semana, teremos atividades não relacionadas entre si, mas todas elas em exercício da bicicleta. Durante todo final de semana acontece o Brasileiro de Downhill, etapa única, em Sapiranga. O Brasileiro conta com pilotos de todo Brasil, fortes, nomes conhecidos e favoritos para o pódio da Elite. A pista de Sapiranga foi trabalhada neste último ano, justamente visando a mais importante prova da modalidade no Brasil. 
Em Harmonia, acontecerá o entretenimento mais popular da bicicleta. O circuito Ekonova de Pedais 2016 acontecerá dia 23 de julho, as informações podem ser vistas através do endereço http://ekonovaadv.com.br/project/harmonia/ .

        Partindo de Montenegro, cidade do Vale do Caí, a Sociedade Audax de Ciclismo promove dois eventos distintos. Com mesmo local de saída, no dia 24 de julho, dois grupos farão uma prova de longa distância. Os participantes do Desafio do Vale do Caí percorrerão 75 km, e os inscritos no Audax farão os tradicionais 200 km. 
As informações das provas da SAC podem ser vistas no site do organizador ou no Facebook:  https://www.facebook.com/sociedade.audax.org.br

Passeio de Domingo...









Grupo se deslocando pelo corredor de ônibus da Érico Veríssimo, logo após  Zero Hora. Fotos: Roberto Furtado
          Fiz algumas imagens deste passeio de domingo, uma tarde fria, porém ensolarada. Calor humano não faltou, motivação para pedalar também não. Tenho ido e pretendo ir mais vezes em passeios de grupo. Muitos são os motivos para pedalar em grupo, começando pela amizade... e não esquecendo que se potencializa a segurança. Também vale lembrar que o efeito de ativismo é muito maior, pois exercendo o papel de ciclista somado aos colegas, dobramos a visibilidade e as reflexões naqueles que passam por nós no trânsito, sejam eles motoristas, pedestres ou outros ciclistas. 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Pedalada Solidária do Sanduíche... satisfação pessoal!











       Tipo de situação que não precisa escrever nada para explicar... deixa a mente correr! Pra quem vai para as ruas o prêmio é maior do que para quem esta nas ruas e ganha uma mãozinha. Satisfação pessoal para quem vai ajudar, ajuda para quem lá esta! Fome se mata, a gente dá um jeito. O mais importante é chamar a atenção para que mais ações aconteçam... e deixo aqui uma pergunta simples, que pode ser respondida ao próprio autor. O que a gente pode fazer para ajudar? Como se começa e até onde conseguimos ir juntos? 



domingo, 10 de julho de 2016

Pedal da Inclusão...

Tássia Furtado, Rafael (Cego) e Pablo Weiss. 


O Ativista da bicicleta, Renato Batista, percorreu o passeio para apoiar o projeto.


Muitos ciclistas compareceram para apoia a ideia.




Deficiente visual com ciclista voluntário do grupo POA Bikers. 
                   A integração perfeita entre ciclistas habituais e deficientes visuais aconteceu no Parque Marinha do Brasil, nas proximidades do Velódromo. Cerca de 80 ciclistas percorreram as ruas de Porto Alegre pelo Pedal da Inclusão. A ideia é utilizar bicicletas tipo Tandem (bicicletas para duas ou mais pessoas), para que um deficiente visual ou cego possa desfrutar da atividade. Rafael que aparece junto de Tássia Furtado e Pablo Weiss, esta muito empolgado. De acordo com Rafael, ele começou a perder a visão ainda quando era criança, e hoje possui apenas 3% do sentido. Desejamos a ele que se divertisse no passeio... e ele respondeu com um belo sorriso: "Já estou me divertindo!"
A bicicleta se mostra uma importante ferramenta para inclusão e reflexão de questões sociais. Porto Alegre precisa rapidamente compreender esta necessidade e aceitar este caminho inevitável das atividades. Não há opção... aceitar a bicicleta é aceitar muitas questões, inclusive o Pedal da Inclusão, do qual, muitos ciclistas habituais garantem não abrir mão. A ideia colou... resta a prefeitura de Porto Alegre ser responsável e funcional com ações relevantes ao cidadão.

2º Gran Prix - Autódromo Internacional de Tarumã







Umidade não desmotivou os atletas! Autódromo Internacional de Tarumã. Fotos: Roberto Furtado / Revista Bicicleta
         Hoje pela manhã aconteceu o º Gran Prix de Viamão... Foi uma prova com participação de muitos atletas, amadores e profissionais. Ocorrerem atividades paralelas ao evento, incluindo uma corrida para as crianças... e quem dava a largada era nosso campeão Olímpico Robson Caetano da Silva! Sim, Robson Caetano fez a alegria dos fãs tirando fotos e selfies... um ícone ímpar do atletismo que é exemplo de simplicidade e acessibilidade. Em uma das imagens, Pablo Weiss, esquerda, e Lagartixa Bike Fit, direita, me permitiram do astro do esporte. O evento estava muito aquecido, embora a neblina estivesse forte nas primeiras horas da manhã. Abaixo, coloquei o link do álbum com aproximadamente 100 imagens. 

Imagens do 2º Gran Prix de Viamão

Desafio do Velódromo 03.07.2016







Fábio é um excelente varredor de pista! ;)
              Vou começar pedindo desculpas pela demora das imagens... espero que não fiquem muito bravos comigo! A questão é que o desafio começou lá pelas três e pico, talvez mais de 4 horas, e meu voo para o Rio de Janeiro era as 5 horas. Então foi a correria... era fazer e demorar pra publicar, ou não fazer. Optei por fazer e publicar na minha volta! ;) Para aqueles que desconhecem meu trabalho, estava em um treinamento no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil. Agora sou um capacete azul... posso estar em algum momento em alguma missão de paz da ONU ou junto do Exército Brasileiro durante ações de pacificação. Eu quis investir nisto porquê acredito que o fotojornalismo tem um papel maior na minha vida. Gostaria de me sentir colaborador da paz... simples! 
Sobre o Desafio do Velódromo, fiz alguns cliques, eles estão no link abaixo. 
Um abraço do Beto Andarilho...

Imagens do Desafio do Velódromo