domingo, 19 de outubro de 2014

O clima cancelou o downhill mais alegre do Brasil



Quem chegou hoje cedo para o Downhill Carlos Barbosa deparou-se com uma triste cena e notícia. 
A Federação em conjunto com os atletas decidiu cancelar a prova devido ao forte temporal que atingiu a região por volta das 4 horas da madrugada. Quem estava lá disse que viu o vento rodar, que parecia um "tufão", arrancando tudo do chão. As barracas e tendas foram destruídas, da mesma forma para o layout da premiação. Tudo que estava devidamente montado foi destruído num passe de mágica. O arroio que passa ali pertinho, mais um pouco passaria por cima da ponte. O downhill mais alegre do Brasil foi "vandalizado" pelo clima, mas a gente não abaixa a cabeça não... no próximo sábado tem outra vez, agora vai sair tudo perfeito, sem sabotagem climática. 

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Compartilhamento e Autoria

Pier 39 de São Francisco, 2014.
Tenho visto sites e colegas compartilhando todo tipo de material referente a bicicleta... e eu acho ótimo isto, pq é um sinal positivo da bicicleta que cresce de toda forma. No entanto, percebo que muitos são os leitores e ciclistas que não percebem este fenômeno da internet se propagando sem critério. Há espaços levando mérito de originais e criativos sem possuir uma única postagem. Ou seja, esta sendo valorizado aquilo que sempre tememos... que não se pense, que se copie, que se compartilhe, apenas! Ora, mas o que os autores estão fazendo então? Estão gerando reflexão verdadeira e informação para grupos menores e que possuem evidentemente mais interesse em questões sociais da bicicleta. Fazer volume de notícia não expressa exatamente qualidade, especialmente se tratando de compartilhamentos de releases de competições ou mesmo de videos engraçadinhos. Afinal... cada um assiste o que quiser, viva o livre arbítrio, mas usemos uma pouquinho a cabeça para saber diferenciar o que é o "topa tudo por dinheiro!" e um documentário instrutivo! Vc já viu que programas educacionais tem audiência menor que programas fracos do entretenimento para a massa?  O que vc pensa disto? O que são fotos e textos compartilhados sem autoria? Quem leva o mérito disto?
O que é autoria? Autoria é o resultado de um gesto intelectual... torna-se autor todo vivente que "cria" o material, seja foto, música ou texto. Seja o que for o resultado, foi produzido e idealizado por alguém? Isto é importante... que o leitor saiba o que foi criado ou compartilhado por um site. Sem autor, o criador, não há compartilhamento, não há entretenimento. O compartilhador é um promotor do autor... e assim deve ser visto! Não é mais gênio que aquele que cria os materiais... embora seja o promotor quem muitas vezes leva o brilho do resultado.

San Francisco para bicicletas

San Francisco, 2014.
As bicicletas de San Francisco... o que dizer de tantas bicicletas em uma cidade que respira mobilidade? Porque não copiamos os bons exemplos... em contraponto, a cidade que resido, Porto Alegre, vejo ainda uma qualidade em relação a média nacional. Não que seja uma vantagem... ou seria tipo: "temos quase o menos pior de todo Brasil!" Que rica vantagem!
A cidade de San Francisco é uma gigante no assunto, pq o trânsito pode ser realmente caótico. Assim dizem os locais que reafirmam sobre os novos dias depois que medidas foram tomadas... bicicletas e transporte público de qualidade. Há situações variadas que incentivam o uso de bicicletas, em primeiro lugar a limitação dos automóveis. Estacionamentos caros, liberdade verdadeira para a bicicleta, opções de locação de bicicletas, etc. Pense em tudo que desfavorece o automóvel e em tudo que favorece a bicicleta... é São Francisco! Agradecimentos a Revista Bicicleta, por me permitir registrar histórias e bicicletas. 

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

As pegadas de um fotojornalista da bicicleta...

Eu, meus pés e minhas aspirações, em Garibaldi, 2014.
No meio da estrada tinha um lugar vazio...era um ótimo lugar para descansar as pernas e observar os ciclistas que se aproximavam. Senti várias vezes o sol queimar o topo da cabeça, mas isto é coisa que não me incomoda mais. Me desconcentra um pouco os borrachudos, insistentes, que voavam em torno do rosto e ouvidos. O repelente resolveu o problema... evidente! Eu fiquei ali pensando na prova, no movimento dos ciclistas e no esforço que eles fazem para se fazerem presentes. Aliás, esforço que todos nós fazemos... sempre, inclusive quem trabalha nas demais provas, pq uma modalidade acontece uma vez por mês, se tanto, mas no restante do mês tem outras provas rolando. Ano passado eu me vi em situações complicadas para prosseguir, entre a cruz e a espada, ou melhor, entre meus sonhos e a realidade. Aos poucos eu fui insistindo, dando murro em ponta de faca, eternizando a luz de cada segundo de algumas pessoas. Eu gosto de ver a estrada pq ela me faz perceber até onde já fui... se valeu? Valeu, nunca tive tantos amigos, tanta satisfação pessoal! O barato de tudo, depois de anos fazendo a mesma coisa é perceber que vc deixou uma marca, que jamais poderá ser apagada... e nela estará um pouquinho do seu próprio coração e a recordação das famílias. Valeu muito chegar até aqui... não é o dinheiro, tampouco outras conquistas supostas por aqueles que olham de fora. O que valeu mesmo é saber que deixei uma pequena marca boa, alimentei bons hábitos e preguei os princípios da bicicleta. Eu soltei fotos ao vento... e fotos ao vento, jamais serão esquecidas. Um abraço...

1300 são os quilômetros dirigidos no final de semana... "A resenha fotográfica da semana!"

Ciclista retornando de Muçum, nas imediações de Encantado, Audax 1000 km da SAC, 2014.

Ciclistas e colaboradores repousando para enfrentar o penúltimo dia de Audax 1000 km da SAC, 2014. 

Ciclista em direção a Barros Cassal, Audax 1000 km da SAC, 2014.

Ciclista do XCM da FGC, Volta da Champanha finalizando a prova, 2014. 

Muita subida, ciclistas enfrentaram forte calor em Garibaldi, 2014. 

Boulder City é mais uma vez cenário outdoor demo da Interbike

Outdoor Demo, Boulder City, Colorado, 2014.
Boulder é uma cidade vizinha de Las Vegas. Para nós aqui no Brasil é como nos referir a grande São Paulo ou grande Porto Alegre, que envolve cidades nas proximidades incluindo uma integração de trânsito direto. A cidade de Boulder é uma típica cidade americana com ruas limpas, de céu azul e clima quente. A organização de tudo surpreende e você pode falar facilmente o espanhol se não souber inglês. Há muitas pessoas que falam espanhol em Boulder. As montanhas da pequena cidade tem sempre este aspecto árido, com vegetação e animais endêmicos do Colorado. A região é protegida e nota-se presença de cerca nos bordos da estrada, para desta forma proteger o motorista e a vida selvagem local. Naquelas montanhas ocorre o big horn sheep, que é um carneiro selvagem de porte grande. Um animal arisco que sobrevive com facilidade nas condições adversas de calor e frio, afastados pelo dia e pela noite. Costuma fazer mais de 40 graus na região... e a noite pode chegar a zero.Ciclistas que treinam para provas como a RAAM, frequentemente são vistos circulando pelas estradas do Colorado, incluindo a cidade de Boulder. 
As fat bikes aparecem em peso neste ano em Boulder. Também se percebeu forte presença de bicicletas para Downhill e Enduro com rodas de 27.5", mostrando pq a região é tão forte no ciclismo, especialmente nas modalidades diversas do MTB. A Revista Bicicleta do mês de outubro, que deve sair em seguida, apresenta as abordagens e muitas imagens de Boulder e da própria Interbike 2014. Agradecimentos a Revista Bicicleta por mais esta oportunidade. 

Texto e Fotos: Roberto Furtado